allaboutarts

Rosinha de Valença

"Você toca por uma cidade inteira", dizia Sérgio Porto.

Maria Rosa Canelas, a Rosinha de Valença, nasceu na cidade de Valença, estado do Rio de Janeiro. Instrumentista, cantora e arranjadora, Rosinha começou desde menina a se interessar pela música, especificamente o violão, e assistia a todos os ensaios do conjunto regional de seu irmão, Roberto.

Autodidata, Rosinha aprendeu a tocar violão ouvindo rádio e com apenas 12 anos já fazia parte de um conjunto regional que animava bailes e tocava na Rádio Valença, acompanhando cantores em programas ao vivo.

Em 1960, Rosinha sentiu que a música era sua paixão e abandonou os estudos formais para se dedicar completamente ao seu violão.

Em 1963 mudou-se para o Rio de Janeiro e através de Sérgio Porto conheceu a boate carioca "Au bon gourmet", onde foi apresentada ao violonista Baden Powell e ao músico Aluísio de Oliveira, produtor da gravadora Elenco que a contratou imediatamente para gravar seu primeiro disco, que levou o nome de "Apresentando Rosinha de Valença". Seu nome artístico foi dado por Sérgio Porto, que dizia que Rosinha tocava por uma cidade inteira.

Em 1963, Rosinha lotou a boate "Bottle's", no Rio de Janeiro durante oito meses. A partir daí foram convites sucessivos para se apresentar em televisão, rádio, teatros e outras casas noturnas no Rio de Janeiro e São Paulo.

Em maio de 1964 apresentou-se no programa "O fino da bossa", no Teatro Paramount", em São Paulo.

No final de 1964 excursionou durante oito meses pelos Estados Unidos com o conjunto Brasil 65, de Sérgio Mendes, e gravou dois discos.

No final de 1965 viajou mais uma vez participando como solista de um grupo de música brasileira patrocinado pelo Itamarati, e que se apresentou em 24 países da Europa.

Em 1967 foi a violonista do show "Comigo me desavim", de Maria Bethânia e em 1968 iniciou uma série de shows pela então União Soviética, Israel, Suíça, Itália, Portugal e países africanos, só voltando ao Brasil em 1971.

Após regressar ao Brasil, trabalhou com Martinho da Vila e participou de seus quatro LP's seguintes.

Depois, fez outras turnês pelo exterior e organizou uma banda, que contou com a participação de João Donato, o flautista Copinha e as cantoras Ivone Lara e Miúcha. Um dos espetáculos da banda foi gravado pela Odeon, que lançou em 1975 o LP sob o nome de "Rosinha de Valença e banda".

Rosinha tem onze LP's editados no Brasil, Estados Unidos, Alemanha e França em diversas marcas, entre elas Odeon, RCA e Pacific Jazz.

Rosinha abandonou a carreira artística por motivos de saúde, em 1992 e nunca mais o Brasil pode ouvir a excepcional violonista e compositora que morreu dia 10.06.2004 em Valença (RJ), cidade onde nasceu.


Copyright ©2000-2018 allaboutarts
Essa é uma versão do website para deficientes visuais - A versão normal está disponível em: http://www.allaboutarts.com.br


Voltar