allaboutarts

Betty Carter

Foi considerada a última Diva do Jazz. Era muito criativa e nunca cantou a mesma música duas vezes do mesmo jeito. Seu estilo era único na utilização da lentidão do tempo, ou seja, em cantar um verso e calar o outro. Betty sempre desejou se aproximar de Tom Jobim, mas tinha um certo receio devido à sua timidez. Só conseguiu isso três dias antes da morte de Tom. Ele lhe deu um álbum com canções que gostaria que fossem interpretadas por ela. Consta que esse material ficou, por longas horas, na sua mão após a notícia da morte de Tom. Ao ser entrevistada, disse que jamais se separaria do artista.

Betty cantou no Brasil em 1993,no Free Jazz Festival. Em 1994, no Rio , em São Paulo e em Campinas e a última vez em 1995. Quando cantava na Europa, costumava dizer que adorava o Brasil. Na opinião de Betty Carter a música popular brasileira era a mais pura ligação entre as músicas do mundo e o Jazz.

Após a morte de Sarah Vaughan em 1990, a de Carmen McRae em 1994 e o afastamento de Ella Fitzgerald por motivo de saúde (diabetes), Betty Carter ficou sendo a última remanescente das Divas. Mas para ela, a única Diva foi Billie Holliday. Betty era formada em piano por um conservatório de Detroit, EUA , e segundo Charlie Parker, o pai do bebop, ela era inflexível, sem abrir mão de seu estilo próprio na valorização do silêncio, enfatizando os espaços entre as notas musicais e emitindo um leve sombreado de trompete, sem vibrato, que aprendeu com Miles Davis nas excursões que fizeram juntos entre 1958/59.

Sem seguir as partituras à risca, Betty, nunca foi uma cantora certinha, tinha voz de contralto de extensão operística e se tornava co-autora das músicas que interpretava. Compôs inúmeras músicas entre elas as famosas "New Blues" e "I can't help it" e até uma bossa nova "Open the door". Betty formou com Ray Charles, em 1961, uma dupla e gravaram um único disco considerado pela crítica e pelos conhecedores de música, notadamente do Jazz, uma obra prima do gênero.


Copyright ©2000-2017 allaboutarts
Essa é uma versão do website para deficientes visuais - A versão normal está disponível em: http://www.allaboutarts.com.br


Voltar