Sobre o site...Como participar...Como patrocinar...Leitura recomendada...Loja virtual...Avisos legais...Cadastro...Contato...    
  
 
Bernini: Apolo e Dafine
Imprimir  
Página Inicial
Atualidades
Biografias
Artigos
Especiais
Newsletter
Assinar
Colaboradores
Enviar
Como participar?
 

A fábula cantada por Ovídio na Metamorfose encontra nessa obra de Bernini sua mais bela e sensual representação plástica.

O rei Apolo que fora atingido por um dardo de ouro por Eros, se apaixona desesperadamente por Dafine que ele persegue por florestas e vales. A jovem ninfa, atingida, simboliza o amor irrequieto escapa e foge gritando para a Deusa Gea, Terra, vir salvá-la. Seus gritos são ouvidos pouco antes de ser pega por Apolo e nesse momento é transformada em uma árvore cheia de louros. O jovem deus da beleza não tem outra escolha a não ser pegar um galho de louro e colocá-lo sobre sua cabeça como uma homenagem ao seu amor. O tema de Apolo e Dafine tem sido muito utilizado nas artes figurativas, especialmente na escultura. Com enorme inspiração Bernini vai além da figura estática produzida pelo mármore e transforma a corrida de Apolo em movimentos de carinho colocando-o pendendo para frente com movimento contrário ao de Dafine, que para sua corrida ao tropeçar em um tronco de árvore. O cabelo da ninfa forma suaves ondas e é logo transformado em louros. A escultura tem na base um fino dístico em latim do Cardeal Maffeo Barberini, que diz , "Quisquis amans sequitur fugitivae gaudia formae/fronde manus implet baccas seu carpit amaras" (Aqueles que preferem um amor sensual e passageiro / acabarão com folhas amargas em seu coração). Essa frase é um aviso para aqueles que vêem somente a forma sensual do amor. A frase, em latim, de poesia moral Cristã feita por Barberini é somente uma maneira de proteger intelectualmente o artista.

Essa obra foi iniciada em 1622 e foi interrompida durante dois anos para que Bernini concretizasse o Davi. Apolo e Dafine, o Davi, Enéas e Anchises e o Rapto da Proserpina, formam o quarteto encomendado a Bernini por Scipíone Borghese. Para os críticos, o grupo das quatro esculturas é considerado uma interpretação clássica do século XVII, devido ao efeito do movimento pictorial das imagens.

Essa escultura encontra-se na Galeria Borghese de Roma, Itália.

   

Voltar
Imprimir  
Industria Virtual...

Copyright ©2018 AllAboutArts. "Todos os direitos reservados".